MENU PRINCIPAL
  Página Principal
  Login do Usuário
  Ajuda
  Programas para baixar
  Quanto custa?
  Últimas Notícias
  Lista de Notícias
  Entre em Contato
  Sites parceiros
  Frases para Facebook
DOWNLOAD
  > Áudios
  > Apostilas
  > Aulas
  > Legislação
  > Simulados
EDITAIS
  > Editais? Clique aqui

PARCEIROS DE CONTEÚDO

  Concurso Público
  Benefícios da Previdência
  Consultor em Previdência
  Blog do Catarino
  Benefícios do INSS
  Passagens Aéreas
  Ultra Concurseiros
PROVAS
  > Provas Federais
  > Provas por Organizador
 Cespe, Esaf, Cesgranrio,
 Vunesp, FCC etc.
  > Provas por Área
 Administração, Psicologia,
 Direito, Engenharia etc.
PROVAS ESTADUAIS

BUSCA AVANÇADA DE PROVAS

Digite no campo abaixo a palavra-chave para filtrar suas provas

Ex.: OFICIAL DE JUSTIÇA


VISITE TAMBÉM
  Frases para Facebook
  Capas para Facebook
  Fontes

Apostilas para Concursos

 
- ÁREA DE DEMONSTRAÇÃO - SIMULADOS

Conheça também nossos arquivos de:
ÁUDIOS | APOSTILAS | AULAS | PROVAS ANTERIORES

Simulado de ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO / ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO

Questão de concurso 961
1 . (TST, Cespe - Técnico Judiciário - 2008) Com relação à ética no serviço público, julgue os itens a seguir em (C) CERTO ou (E) ERRADO.

1) O respeito à hierarquia e A. disciplina não impede que o servidor público represente contra ato que caracterize omissão ou abuso de poder, ainda que esse ato tenha emanado de superior hierárquico.
2) O servidor público deve abster-se de exercer sua função, poder ou autoridade com finalidade estranha ao interesse público, mesmo não cometendo qualquer violação expressa em lei.
3) É dever do servidor público guardar sigilo sobre assuntos da repartição que envolvam questões relativas A. segurança da sociedade.
4) O servidor público pode retirar da repartição documento pertencente ao patrimônio público, sem prévia autorização da autoridade competente, se exercer cargo de confiança ou função à qual esse documento esteja relacionado.


A)  C - C - C - C
 
B)  C - C - E - C
 
C)  C - C - C - E
 
D)  E - C - C - E
 
E)  C - E - C - E
 
       
Questão de concurso 968
2 . (TJ-BA, Cespe) Julgue os itens relativos à ética no serviço público.
I - Os valores fundamentais do serviço público decorrem exclusivamente do seu caráter público.
II - O princípio da impessoalidade, má administração pública, vem acompanhado dos valores da igualdade e da imparcialidade, ou seja, todos têm o mesmo valor como cidadãos e merecem o mesmo tratamento, exceto os casos mais peculiares, que devem ser considerados de forma parcial.
III - Tratar cuidadosamente os usuários dos serviços, aperfeiçoando o processo de comunicação e o contato com o público é um dos principais deveres do servidor público.
IV - Permitir a formação de longas filas, ou qualquer outra espécie de atraso na prestação do serviço, é agir contra a ética.
Estão certos apenas os itens:


A)  I e II.
 
B)  I e III.
 
C)  II e IV.
 
D)  III e IV.
 
E)  N.R.A.
 
       
Questão de concurso 970
3 . (TRT-DF, Cespe) Julgue os itens a seguir com (C) CERTO ou (E) ERRADO.

1) O servidor deve estar atento para que os fatos de sua vida particular não influenciem o seu bom conceito na vida funcional.
2) Todo servidor tem o dever de dizer a verdade, exceto se a informação for contrária ao interesse público.
3) O servidor não deve se ausentar injustificadamente de seu local de trabalho, podendo assim, causar desordens nas relações humanas.


A)  C - C - C
 
B)  C - E - C
 
C)  E - E - C
 
D)  C - C - E
 
E)  E - C - C
 
       
Questão de concurso 2615
4 . (TRT-MA, Cespe - Auxiliar Judiciário - 2005) Cada um dos próximos itens apresenta uma situação hipotética acerca do comportamento profissional, seguida de uma afirmativa a ser julgada em (C) CERTO ou (E) ERRADO.

a) Considere a seguinte situação hipotética. Angelina, auxiliar judiciária do TRT, foi indiscreta no ambiente de trabalho ao comentar com seus colegas o que ouviu na reunião de diretores em ocasião em que estava dando apoio ao atendimento do serviço de copa do tribunal. Ao receber advertência de seu chefe imediato, Angelina julgou-se injustiçada, pois sua conduta não gerou nenhuma consequência ao tribunal. Nessa situação, o sentimento de injustiça de Angelina é procedente e eticamente justificável, pois sua conduta não trouxe prejuízo a ninguém.
b) Considere a seguinte situação hipotética. Albertino, servidor público, ao se comunicar com seu chefe, manipula as informações para que elas sejam mais bem aceitas por ele. Nessa situação, Albertino está prejudicando sua comunicação com o chefe, pois está colocando uma barreira interpessoal no processo de comunicação com ele.
c) Considere a seguinte situação hipotética. Irene, servidora pública de um TRT, atua na área de atendimento ao público. Irene procura conhecer bem o funcionamento de seu setor, ser eficiente, interessada e atenciosa no trabalho. Ela faz de tudo para que os clientes fiquem satisfeitos com os seus serviços, mesmo que tenha de ignorar algumas normas institucionais. Nessa situação, mesmo tendo boas intenções, a atitude de Irene é contrária ao correto comportamento profissional.


A)  C, C, C
 
B)  E, C, C
 
C)  E, E, C
 
D)  E, E, E
 
E)  E, C, E
 
       
Questão de concurso 4454
5 . (TRT-MA, Cespe - Auxiliar Judiciário - 2005) Uma vez que o comportamento real dos seres humanos é afetado por considerações éticas, e influenciar a conduta humana é um aspecto central da ética, deve-se admitir que as concepções de bem-estar tenham algum impacto sobre o comportamento real e, em consequência, devem ser importantes para a ética da logística moderna.

      (SEM, Amartya. Sobre ética e economia. São Paulo: Schwarcz Ltda., 2002 - com adaptações)

Tendo o texto acima por referência inicial e considerando a ética no serviço público, julgue os itens que se seguem em (C) CERTO ou (E) ERRADO.

a) O exercício de cargo público deve ser pautado na verdade dos fatos. O servidor público não deve omitir a verdade, a menos que ela seja contrária a interesses da administração pública.
b) O trabalho executado por servidor público junto à comunidade é entendido como parte integrante de seu próprio bem-estar, visto que, como cidadão, o servidor que apresenta conduta ética terá o êxito do seu trabalho convertido em bem-estar da sociedade da qual faz parte.
c) A função pública é considerada exercício profissional. Portanto, a vida particular do servidor público e os atos observados em sua conduta no dia-a-dia não devem ser objetos de avaliação do conceito de sua vida funcional.
d) Mariana, servidora pública, tem entre suas atribuições a tarefa de prestar atendimento ao público. Muitas vezes, por estar assoberbada de trabalho interno, Mariana, embora forneça informações corretas, tem má vontade e trata as pessoas sem cortesia no atendimento. Nessa situação, a conduta de Mariana é considerada ética, pois ela oferece informações fidedignas e sua descortesia é justificada pela sobrecarga de trabalho.


A)  E, C, E, E
 
B)  E, E, E, E
 
C)  C, E, C, E
 
D)  E, C, E, E
 
E)  C, C, C, C
 
       
Questão de concurso 4456
6 . (TST, Cespe - Técnico Judiciário - 2008) João, funcionário de um órgão público, foi indicado para assumir a função de chefe de secretaria. Durante o exercício da chefia, João frequentemente solicitava a seus colaboradores que lhe fizessem trabalhos particulares e, no gerenciamento dos trabalhos da secretaria, estabelecia prazos inexequíveis para as tarefas.

Considerando as exigências de atitudes profissionais no serviço público, julgue os seguintes itens em (C) CERTO ou (E) ERRADO.

a) João utilizou sua posição hierárquica para proveito próprio e abusou da autoridade de gestor público, apresentando comportamento antiético no âmbito do serviço público.
b) Considere por hipótese, que um atendente de um órgão público presencie um colega de trabalho faltar com respeito a um casal de idosos de baixo nível socioeconômico ao lhe prestar atendimento. Acerca dessa hipótese e com relação à ética no serviço público, julgue os seguintes itens.
c) O atendente agirá de forma antiética se informar o fato a seu supervisor.
d) Os idosos podem pleitear que o funcionário que os desrespeitou seja responsabilizado pelo seu comportamento, podendo o mesmo vir a sofrer punição no trabalho.


A)  C, C, C, C
 
B)  C, E, C, E
 
C)  E, E, C, E
 
D)  C, E, C, C
 
E)  E, E, E, E
 
       
Questão de concurso 11114
7 . (ECT, Consulplan - Atendente Comercial - 2008) Pode-se afirmar que a ética tem como objeto de estudo:

A)  O ato humano(voluntário e livre) que é o ato com vontade racional, permeado por inteligência e reflexão prévia.
 
B)  A distinção entre o existir e o agir, solenemente.
 
C)  A tradução dos costumes aceitos pela sociedade emergente.
 
D)  O conceito de moralidade dos povos segregados.
 
E)  N.R.A.
 
       
Questão de concurso 11121
8 . (ECT, Conesul - Atendente Comercial - 2008) Imagine que você tenha aquele anel que Platão evoca, o célebre anel de Giges, que tornaria você invisível sempre que você desejasse... É um anel mágico, que um pastor encontra por acaso. Basta virar a pedra do anel para dentro da palma para se tornar totalmente invisível, e virá-la para fora para ficar novamente visível... Giges, que antes era tido como um homem honesto, não foi capaz de resistir às tentações a que este anel o submetia: aproveitou seus poderes mágicos para entrar no palácio, seduzir a rainha, assassinar o rei, tomar o poder e exercê-lo em seu único e exclusivo benefício. Quem conta a coisa, em A República, conclui que o bom e o mau, ou os assim considerados, só se distinguem pela prudência e pela hipocrisia, em outras palavras, pela importância desigual que dão ao olhar alheio ou por sua habilidade maior ou menor para se esconder... Se ambos possuíssem o anel de Giges, nada mais os distinguiria: “ambos tenderiam para o mesmo fim”. Isto equivale a sugerir que a moral não passa de uma ilusão, de uma mentira, de um medo maquiado de virtude. Bastaria poder ficar invisível para que toda proibição sumisse e que, para cada um, não houvesse mais que a busca do seu prazer ou do seu interesse egoístas.
André Comte-Sponville, Apresentação da Filosofia

“Quem conta a coisa ... conclui que o bom e o mau, ou os assim considerados, só se distinguem pela prudência e pela hipocrisia”. Se esta conclusão está correta, então:

I. As pessoas consideradas boas são, no fundo, hipócritas preocupados com o olhar alheio.

II. As pessoas consideradas boas são aquelas que agem com prudência.

III. As pessoas boas são assim consideradas dependendo do ponto de vista de quem julga.

Está(ão) correto(s) apenas o(s) item(ns)


A)  I.
 
B)  I e II.
 
C)  II.
 
D)  II e III.
 
E)  III.
 
       
Questão de concurso 11123
9 . (ECT, Conesul - Atendente Comercial - 2008) “O crente que respeitasse a moral única e exclusivamente para alcançar o Paraíso, única e exclusivamente por temer o Inferno, não seria virtuoso.”
André Comte-Sponville, Apresentação da Filosofia

O que isto significa?

I. Uma pessoa não precisa ser virtuosa, se ela crê em Deus.

II. Tal crente seria apenas um egoísta.

III. Esta pessoa respeitaria as regras morais apenas por prudência.

IV. Tal indivíduo não agiria por dever, mas apenas por conveniência.

V. Uma pessoa é virtuosa, se ela obedece as leis do seu país.

Estão corretos apenas os itens


A)  I e II.
 
B)  I, II e IV.
 
C)  II e III.
 
D)  II, III e IV.
 
E)  III, IV e V.
 
       
Questão de concurso 11130
10 . (ECT, Conesul - Atendente Comercial - 2008) Às vezes, as pessoas acreditam que a ética é inaplicável ao mundo real, pois imaginam que a ética seja um sistema de normas simples e breves, do tipo “não minta”, “não roube” e “não mate”. Não surpreende que os que se atêm a este modelo de ética também acreditem que ela não se ajusta às complexidades da vida. Em situações insólitas, (...) seguir uma norma pode terminar em um desastre. Em situações normais, pode ser errado mentir, mas se você vivesse na Alemanha nazista e a Gestapo se apresentasse à sua porta em busca de judeus, sem dúvida o correto seria negar a existência da família judia escondida no seu sótão.
Peter Singer, Ética Prática

O autor do trecho acima está afirmando que

I. mentir não é errado, pois a regra moral que proíbe a mentira admite exceções em situações insólitas como a situação apresentada no exemplo.

II. só faz sentido afirmar que mentir é errado se for errado em todos os casos, sem exceção.

III. a regra moral que proíbe a mentira é uma regra válida que se aplica em circunstâncias normais, em que não há um valor mais importante em jogo.

IV. a ética não deve ser considerada um sistema de normas simples e breves, como uma lista de mandamentos divinos, pois é mais complicada que isto.

Está(ão) correto(s) apenas o(s) item(ns)


A)  I.
 
B)  I e II.
 
C)  II .
 
D)  II e III.
 
E)  III e IV.
 
       

 

 

 


Copyright & Webdesign: Multitech Informática e Tecnologia Ltda (2001-2013)
acheiconcursos@acheiconcursos.com.br