MENU PRINCIPAL
  Página Principal
  Login do Usuário
  Ajuda
  Programas para baixar
  Quanto custa?
  Últimas Notícias
  Lista de Notícias
  Entre em Contato
  Sites parceiros
  Frases para Facebook
DOWNLOAD
  > Áudios
  > Apostilas
  > Aulas
  > Legislação
  > Simulados
EDITAIS
  > Editais? Clique aqui

PARCEIROS DE CONTEÚDO

  Concurso Público
  Benefícios da Previdência
  Consultor em Previdência
  Blog do Catarino
  Benefícios do INSS
  Passagens Aéreas
  Ultra Concurseiros
PROVAS
  > Provas Federais
  > Provas por Organizador
 Cespe, Esaf, Cesgranrio,
 Vunesp, FCC etc.
  > Provas por Área
 Administração, Psicologia,
 Direito, Engenharia etc.
PROVAS ESTADUAIS

BUSCA AVANÇADA DE PROVAS

Digite no campo abaixo a palavra-chave para filtrar suas provas

Ex.: OFICIAL DE JUSTIÇA


VISITE TAMBÉM
  Frases para Facebook
  Capas para Facebook
  Fontes

Apostilas para Concursos

 
- ÁREA DE DEMONSTRAÇÃO - SIMULADOS

Conheça também nossos arquivos de:
ÁUDIOS | APOSTILAS | AULAS | PROVAS ANTERIORES

Simulado de ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO / ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO

Questão de concurso 962
1 . (TST, Cespe - Técnico Judiciário - 2008) O servidor público deve ter consciência de que seu trabalho é regido por princípios éticos que se materializam na adequada prestação dos serviços públicos. Em cada item a seguir é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva que deve ser julgada em (C) CERTO ou (E) ERRADO, considerando os princípios éticos do serviço público.

1) Cláudio é servidor público e, para aumentar a sua renda, comercializa, em seu ambiente de trabalho, mas fora do horário normal de expediente, cópias de CDs e DVDs. Nessa situação, a conduta de Cláudio não pode ser considerada imprópria ao serviço público, pois envolve uma atividade que não guarda relação direta com as atribuições de seu cargo.
2) Marcos é servidor público e, todos os dias, sai para bares com amigos e ingere grande quantidade de bebida alcoólica. Por conta disso, Marcos é conhecido por embriagar-se habitualmente, e, ainda que isso não interfira na sua assiduidade ao serviço, tem afetado reiteradamente a sua pontualidade, situação que Marcos busca compensar trabalhando além do horário de expediente Nesse caso, o comportamento de Marcos não pode ser considerado incompatível com o serviço público.
3) Há algum tempo, Bruno, servidor público responsável pelo controle do material de expediente do setor em que trabalha, observa que Joana, servidora pública lotada nesse mesmo setor, utiliza recursos materiais da repartição em atividades particulares. Em razão de seu espírito de solidariedade e da amizade que nutre por Joana, Bruno se abstém de levar ao conhecimento do chefe do setor os atos praticados por sua colega de trabalho.
         Nessa situação, Bruno age de forma correta, pois compete ao chefe detectar, por si mesmo, quaisquer irregularidades no setor, caracterizando ofensa à ética o servidor público denunciar colega de trabalho.
4) Ricardo, servidor público, enquanto participava da preparação de um edital de licitação para contratação de fornecimento de refeições para o órgão em que trabalha, antecipou algumas das regras que iriam fazer parte do edital para Carlos, dono de uma empresa de fornecimento de marmitas, famosa pela boa qualidade e ótimos preços dos seus produtos, a fim de que esse pudesse adequar alguns procedimentos de sua empresa ao edital. A iniciativa de Ricardo deveu-se somente ao fato de ele conhecer bem os produtos da empresa de Carlos, não lhe trazendo qualquer vantagem pecuniária.
         Nessa situação, é correto afirmar que Ricardo agiu em prol do interesse coletivo e que a sua atitude não fere a ética no serviço público.


A)  E - E - E - C
 
B)  E - E - C - E
 
C)  E - C - E - E
 
D)  C - E - E - E
 
E)  E - E - E - E
 
       
Questão de concurso 968
2 . (TJ-BA, Cespe) Julgue os itens relativos à ética no serviço público.
I - Os valores fundamentais do serviço público decorrem exclusivamente do seu caráter público.
II - O princípio da impessoalidade, má administração pública, vem acompanhado dos valores da igualdade e da imparcialidade, ou seja, todos têm o mesmo valor como cidadãos e merecem o mesmo tratamento, exceto os casos mais peculiares, que devem ser considerados de forma parcial.
III - Tratar cuidadosamente os usuários dos serviços, aperfeiçoando o processo de comunicação e o contato com o público é um dos principais deveres do servidor público.
IV - Permitir a formação de longas filas, ou qualquer outra espécie de atraso na prestação do serviço, é agir contra a ética.
Estão certos apenas os itens:


A)  I e II.
 
B)  I e III.
 
C)  II e IV.
 
D)  III e IV.
 
E)  N.R.A.
 
       
Questão de concurso 974
3 . (TJ-PA) A respeito da ética e da sua evolução histórica, assinale a opção correta.

A)  A palavra ética é derivada do grego e significa "comportamento" segundo a etiqueta.
 
B)  O fundamento da ética tem raízes nas emoções.
 
C)  Segundo Sócrates, o grande iniciador da ética, não interessa apenas cumprir a lei, mas saber qual é o seu sentido.
 
D)  A vida ética realiza-se no modo de vida de um indivíduo que não mantém relações interpessoais.
 
E)  N.R.A.
 
       
Questão de concurso 4458
4 . (SGA-DF, Cespe - Agente Administrativo) Em cada um dos itens a seguir, é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva a ser julgada.

a) Geraldo, funcionário exemplar, é assíduo e pontual, preserva as informações sigilosas de que eventualmente toma conhecimento. Geraldo trabalha no atendimento ao público e, sempre que possível, facilita o acesso ao atendimento para outros funcionários, pois reconhece a necessidade de eles estarem logo de volta ao trabalho. Nessa situação, Geraldo apresenta conduta antiética ao privilegiar seus pares.
b) Clovis é um funcionário muito esforçado, mas seus vencimentos são insuficientes frente à demanda de gastos com o filho doente. Por isso, às vezes, Clovis retira do almoxarifado de seu setor alguns materiais de consumo para o seu uso familiar. Nessa situação, Clovis não infringe a ética, pois sua conduta é perfeitamente justificada e aceita socialmente.


A)  C, C
 
B)  C, E
 
C)  E, C
 
D)  E, E
 
E)  N. R. A.
 
       
Questão de concurso 10578
5 . (TST, Cespe - Técnico Judiciário - Segurança Judiciária - 2008) Com relação à ética no serviço público, julgue os itens a seguir em (C) CERTO ou (E) ERRADO.

a) O respeito à hierarquia e à disciplina não impede que o servidor público represente contra ato que caracterize omissão ou abuso de poder, ainda que esse ato tenha emanado de superior hierárquico.

b) O servidor público deve abster-se de exercer sua função, poder ou autoridade com finalidade estranha ao interesse público, mesmo não cometendo qualquer violação expressa à lei.

c) É dever do servidor público guardar sigilo sobre assuntos da repartição que envolvam questões relativas à segurança da sociedade.

d) O servidor público pode retirar da repartição documento pertencente ao patrimônio público, sem prévia autorização da autoridade competente, se exercer cargo de confiança ou função à qual esse documento esteja relacionado.

e) Todos os servidores públicos, independentemente da função assumida e do órgão ao qual estão vinculados, devem cumprir a lei incondicionalmente.


A)  C, C, C, C, C
 
B)  E, C, C, C, C
 
C)  C, E, C, E, C
 
D)  E, C, C, E, C
 
E)  C, C, C, E, C
 
       
Questão de concurso 10579
6 . (TST, Cespe - Técnico Judiciário - Segurança Judiciária - 2008) O servidor público deve ter consciência de que seu trabalho é regido por princípios éticos que se materializam na adequada prestação dos serviços públicos. Em cada item a seguir é apresentada uma situação hipotética, seguida de uma assertiva que deve ser julgada em (C) CERTO ou (E) ERRADO considerando os princípios éticos do serviço público.

a) Cláudio é servidor público e, para aumentar a sua renda, comercializa, em seu ambiente de trabalho, mas fora do horário normal de expediente, cópias de CDs e DVDs. Nessa situação, a conduta de Cláudio não pode ser considerada imprópria ao serviço público, pois envolve uma atividade que não guarda relação direta com as atribuições de seu cargo.

b) Marcos é servidor público e, todos os dias, sai para bares com amigos e ingere grande quantidade de bebida alcoólica. Por conta disso, Marcos é conhecido por embriagar-se habitualmente, e, ainda que isso não interfira na sua assiduidade ao serviço, tem afetado reiteradamente a sua pontualidade, situação que Marcos busca compensar trabalhando além do horário de expediente. Nesse caso, o comportamento de Marcos não pode ser considerado incompatível com o serviço público.

c) Há algum tempo, Bruno, servidor público responsável pelo controle do material de expediente do setor em que trabalha, observa que Joana, servidora pública lotada nesse mesmo setor, utiliza recursos materiais da repartição em atividades particulares. Em razão de seu espírito de solidariedade e da amizade que nutre por Joana, Bruno se abstém de levar ao conhecimento do chefe do setor os atos praticados por sua colega de trabalho. Nessa situação, Bruno age de forma correta, pois compete ao chefe detectar, por si mesmo, quaisquer irregularidades no setor, caracterizando ofensa à ética o servidor público denunciar colega de trabalho.

d) Ricardo, servidor público, enquanto participava da preparação de um edital de licitação para contratação de fornecimento de refeições para o órgão em que trabalha, antecipou algumas das regras que iriam fazer parte do edital para Carlos, dono de uma empresa de fornecimento de marmitas, famosa pela boa qualidade e ótimos preços dos seus produtos, a fim de que esse pudesse adequar alguns procedimentos de sua empresa ao edital. A iniciativa de Ricardo deveu-se somente ao fato de ele conhecer bem os produtos da empresa de Carlos, não lhe trazendo qualquer vantagem pecuniária. Nessa situação, é correto afirmar que Ricardo agiu em prol do interesse coletivo e que a sua atitude não fere a ética no serviço público.


A)  E, E, E, E
 
B)  E, E, E, C
 
C)  E, E, C, E
 
D)  E, C, E, E
 
E)  C, E, E, E
 
       
Questão de concurso 11116
7 . (ECT, Consulplan - Atendente Comercial - 2008) Analise os valores abaixo em função da ética empresarial e profissional:

I. Confiança – é a aceitação da manifestação do outro, por palavras ou gestos.

II. Disciplina – é a maneira pela qual os membros do grupo aceitam e atendem às normas pré-estabelecidas, necessárias ao bom atendimento dos objetivos sociais.

III. Honestidade – é o corolário imediato da justiça, é atributo ligado à confiança, à honra e, sobretudo, à decência.

IV. Solidariedade – é o ato de estender a mão.

Estão corretas apenas as definições:


A)  I, II e III
 
B)  II, III e IV
 
C)  I, II, III e IV
 
D)  I, III e IV
 
E)  II e IV
 
       
Questão de concurso 11122
8 . “A moral não passa de uma ilusão, de uma mentira, de um medo maquiado de virtude.” Esta afirmação é

A)  A razão pela qual a moralidade é relativa, e depende das circunstâncias.
 
B)  A razão que justifica que cada um pense apenas nos seus interesses.
 
C)  A conclusão a que chegamos quando vemos Giges como um exemplo para toda a humanidade.
 
D)  A conclusão a que chegamos quando constatamos a grande quantidade de corrupção que assola o nosso país.
 
E)  A razão pela qual a lei e a polícia não são necessárias ao convívio pacífico entre as pessoas.
 
       
Questão de concurso 11128
9 . (ECT, Conesul - Atendente Comercial - 2008) Como nos tornamos boas pessoas? Aristóteles responde: “É praticando as ações justas que nos tornamos justos, praticando as ações moderadas que nos tornamos moderados e praticando as ações corajosas que nos tornamos corajosos.” A partir desta resposta de Aristóteles, considere os itens a seguir:

I. Nós não nos tornamos boas pessoas, ou pessoas virtuosas, mas já nascemos assim. Pois Aristóteles diz que, para nos tornarmos justos, devemos praticar ações justas. Logo, nascemos sabendo o que é a justiça.

II. Não nascemos boas pessoas, mas nos tornamos boas pessoas. Pois Aristóteles diz que é praticando as ações justas que nos tornamos justos. Logo, não nascemos justos e a virtude da justiça deve ser adquirida.

III. Não nascemos boas pessoas, mas nos tornamos boas pessoas pela educação. Primeiro, aprendemos a agir, por imitação, de forma justa. Depois, entendemos a justiça que praticamos e nos tornamos justos.

Está(ão) correto(s) o(s) item(ns)


A)  I, apenas.
 
B)  I e II, apenas.
 
C)  II, apenas.
 
D)  II e III, apenas.
 
E)  I, II e III.
 
       
Questão de concurso 11134
10 . (ECT, Conesul - Atendente Comercial - 2008) Manter a grande maioria dos indivíduos trabalhando sob condições alienantes, explorar irresponsavelmente os recursos naturais, elevar a poluição ambiental, não prestar nenhum tipo de contas à sociedade global etc., tornou-se progressivamente insustentável. Acreditando-se ameaçados pela “Lei de Ferro da Responsabilidade Social”, muitos dirigentes empresariais passaram a manifestar uma postura mais socialmente responsável. O espírito de “ganho”, de tirar proveito desta “humanização” e “preocupação social” está, contudo, subjacente às suas proposições. (...) Em que medida, então, estariam as empresas incorporando metas sociais, se o raciocínio permanece o mesmo: repassar os custos e não reduzir a margem de lucros?
Heloísa W. M. Guimarães, Responsabilidade social da empresa

No trecho citado, a autora critica


A)  A ideia de que exista alguma responsabilidade social do empresariado para além do imperativo de administrar lucrativamente as suas empresas.
 
B)  A concepção segundo a qual só há responsabilidade social se não há prejuízo econômico para a empresa.
 
C)  A imposição autoritária de uma “lei de ferro” que obriga os empresários a assumir uma postura socialmente responsável.
 
D)  As mudanças que tornaram a exploração dos recursos naturais e a elevação da poluição ambiental progressivamente insustentáveis.
 
E)  A ideia de que as empresas não possam repassar os custos decorrentes da sua “preocupação social”.
 
       

 

 

 


Copyright & Webdesign: Multitech Informática e Tecnologia Ltda (2001-2013)
acheiconcursos@acheiconcursos.com.br